Uso da toxina botulínica foi aprovado pelo CFO em 1º de setembro.

Dr. Mário Silveira: "Poder atuar não só na cavidade oral, mas também na face abre muitas oportunidades para a classe".

A Agência de Notícias do CRO/RS entrevistou o CD Mário Silveira de Souza, integrante da Comissão de Novas Especialidades do Conselho, onde explica o que mudou com a nova regulamentação, as possibilidades que se abrem a partir da liberação destas substâncias e a importância da capacitação profissional para atender o paciente de forma adequada.

AUTORIZADO O USO DE TOXINA BOTULÍNICA  NA ODONTOLOGIA PARA FINS TERAPÊUTICOS E ESTÉTICOS

Agende agora sua avaliação

Novidades

Telefone: 31-3224-7467
Como Chegar
Siga-nos!
Facebook
Twitter
Google+
youtube
Linkedin
CRO/RS - O que muda a partir da regulamentação do uso destas substâncias na odontologia?
Mário - O uso da Toxina Botulínica na Odontologia é permitido desde 2011, conforme resolução CFO 112/2011. Porém, antes podíamos utilizá-la somente para fins funcionais, por exemplo tratamento do Bruxismo, da Migrânia Crônica (Dor de Cabeça e na Cervical), Nevralgia do Trigêmio e Blefaroespasmos (conhecido como “Tique Nervoso”). Tivemos algumas resoluções subsequentes onde foi incluída a utilização do Ácido Hialurônico (Preenchedor) e onde foi liberada a utilização para fins estéticos. Todavia os textos não eram claros e geravam dupla interpretação por parte da própria classe odontológica. A grande diferença da nova resolução é a clareza do texto em relação à utilização da toxina botulínica para fins estéticos (ou de harmonização facial) e a inclusão dos preenchedores como um todo. Onde antes tínhamos apenas o Ácido Hialurônico agora temos uma gama de preenchadores inclusive os fios de sustentação (conhecidos como “Lifting”). Também definiu-se a área de atuação do cirurgião-dentista que na resolução abrange do osso hioide (pescoço) para cima até a inserção do couro cabeludo, e do tragus (orelhas) para frente, ou seja em toda a face.

CRO/RS - Quando o uso não era regulamentado, que restrições o profissional enfrentava?
Mário - Havia insegurança e resistência da classe para utilização desses materiais. Vivíamos ainda uma odontologia onde o mercado de trabalho era abundante, não dávamos conta de restaurar dentes e tratar gengivas. Então poucos profissionais atuavam nessa área, que era mais da dermatologia e dos plásticos. Não havia nada nos proibindo de utilizar esses produtos e trabalhávamos a mercê de nossa Lei Maior (Lei n.o 5.081, de 24 de agosto de 1966 - Lei da Odontologia).
Hoje a odontologia mudou, estamos colhendo os frutos da prevenção e as necessidade acumuladas dos pacientes estão cada vez menores. Poder atuar não só na cavidade oral, mas também na face abre muitas oportunidades para a classe.
Somos capazes de fazer isso. Nossa graduação estuda por cinco anos apenas cabeça e pescoço. Duvido que outra profissão estude tanto quanto nós a face. Neste meio tempo os Conselhos Federais de Biomedicina e de Farmácia, liberaram também o uso destas substancias para seus profissionais e a odontologia ficou para trás. Agora estamos amparados legalmente e com uma legislação atualizada e focada na ampliação do mercado de trabalho para os cirurgiões-dentistas. O CFO e os CROs estão de parabéns.

CRO/RS - Quais os principais cuidados que o profissional precisa tomar para usar a toxina?
Mário - Fazer uma boa anamnese para detectar possíveis contraindicações. Por exemplo, quem é alérgico a ovo não pode aplicar Toxina Botulínica em virtude da albumina. Outra dica é trabalhar com materiais de qualidade, como por exemplo o BOTOX (a melhor e mais famosa marca de Toxina Botulínica).
Mas, o mais importante é buscar bons cursos de capacitação. Hoje estamos vivendo uma proliferação de cursos nessa área, porém infelizmente temos professores despreparados ministrando cursos. Minha sugestão é procurar indicação de cursos junto a SBTI - Sociedade Brasileira de Toxina Botulínica.

CRO/RS - Em quais casos a toxina botulínica pode ser aplicada?
Mário - Bruxismo, Dores de Cabeça, Assimetrias Faciais, Sorriso Gengival, Ronco e Apnéia, Blefaroespasmos, Sialorréias e agora a Estética e Harmonização Facial.

CRO/RS - Qualquer profissional pode aplicar a toxina botulínica ou é preciso comprovar alguma formação específica?
Mário - Qualquer profissional pode aplicar, desde que preparado para isso. Estamos trabalhando com um produto de alta toxicidade e além disso com as expectativas de um tratamento estético.

Acompanhe.

Facebook
Twitter
Google+
youtube
Linkedin
Telefone: +55.0XX. 31.3224.7467
Como Chegar
Menu
Contato e Localização
Av. Pasteur, 40 Conjunto 404 - Sta. Efigênia Belo Horizonte MG CEP: 30150-29
Email : implante@implante.com.br
Telefone: +55.0XX. 31.3224.7467
Telefone: +55-0XX31-3224-7467
Google+
Twitter
Facebook
youtube
Siga-nos!
Linkedin